Seguidores

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

ADAPTAÇÃO DOS BEBÊS NA CRECHE.

A adaptação de um bebê de 3 a 24 meses a uma escola dependerá mais da atitude do pessoal docente e dos cuidadores do que do bebê. Ele não sabe que vai à escola, mas o pessoal da escola deve estar preparado para recebê-lo. Além disso, este trabalho de preparação deverá ser compartilhado com os pais do bebê.

 Atitudes da educadora

- Ao encontrar-se com o bebê: aproximação, respeito, afeto, sem ansiedade nem agonia.
- Conhecimento do nome da criança antes da sua chegada à escola.
- Criação de um clima de segurança afetiva individual e coletiva.
- Deve manter tranquilidade diante de manifestações de falta de adaptação da criança (dengos, raivas, choros, falta de apetite) mas sem abandono.
- Atenção individualizada, mas não exclusiva, sobretudo nos momentos cotidianos de: chegadas, despedidas, refeições; compreendendo como momentos de grande importância para a relação individual-afetiva com a criança (tratando de evitar a pressa, agonia, nervosismo, etc.).
- Conhecimento da criança através de: entrevista com ao pais, observação da criança e de suas reações diante situações cotidianas da escola. 
Adaptação ao novo espaço.
- Conhecimento da classe como lugar que lhe dê segurança, mantendo os mesmos pontos de referência espaciais e temporais (a nível de espaço: lugar de brincar, comer, dormir, trocar-se, etc. e de tempo: manter os horários das refeições, descanso, trocas, etc.).
- Conhecimento do refeitório.
- Introdução pouco a pouco do pátio.

Relação com os pais

- Dar confiança e segurança aos pais.
- Entrevistas (também como forma de conhecer aos pais e ver a relação que têm com seus filhos).
- Procure que as entradas e saídas sejam menos conflitivas possíveis: paciência com os pais.
- Colocar limites claros aos pais desde o princípio (pontualidade, roupa marcada, que no princípio não entrem muito nas salas por causa das outras crianças), evitando os enfrentamentos. 
- Nesta idade, é importante no entanto, organizar os horários flexíveis, para que se for possível o bebê permaneça no centro menos de oito horas por dia.

Atividades

Como já sabem, nesta etapa, devemos tentar uma relação pessoal com o bebê, fazendo gestos na comunicação corporal. Como sugestão, podem brincar de: cosquinhas, carícias, pegar, esconde-esconde, canções, etc. Que comecem também a manejar o material da classe, mas sem misturas: torres, construções, telas, bola, etc. Respeite o jogo livre sem dar muitas ordens, aproveitando para observar seu comportamento.
Que a refeição, descanso e trocas, não se convertam em algo rotineiro, dado que são momentos importantes para estabelecer uma comunicação individual (evitar pressas, nervosismo, etc.). Que o bebê possa manipular a comida até realizar com o novo objeto: a colher.
Aproveite os momentos de troca, para falar com eles, cantar, nomear as partes do corpo ao mesmo tempo que as tocas. O descanso deve ser um momento de relaxamento e tranquilidade: ponha música e canções suaves.

 http://br.guiainfantil.com/adaptacao-escolar/76-adaptacao-a-creche-de-bebes-de-3-a-24-meses.html

2 comentários:

  1. Precisamos de mais blogs assim...Creio que as informações que ele provê precisam ser conhecidas por pais e profissionais do ramo.

    ResponderExcluir
  2. Oi! Tudo bem?
    No blog Atividades para Educação Infantil tem um selinho para você. Do lado esquerdo do blog está o Selo de Qualidade Profissão Professor, Clique no botão "Selinho" e em seguida clique no "Adicionar Widget", um botão azul vai aparecer, é só clicar nele. Espero que goste do selinho.
    Até breve. Parabéns pelo seu blog!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget

VOLTE SEMPRE!




QUE BOM QUE VOCÊ VEIO! ESPERO QUE VOLTE SEMPRE...TEREI SEMPRE NOVIDADES TE ESPERANDO! BEIJINHOS!!