Seguidores

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

PROJETO DE LEITURA

CAPTURADO NA NET... VALE A PENA LER E LEVAR PARA A SALA DE AULA...

2º Ano ou Sala de Alfabetização

Conteúdo:

Língua Escrita – Prática de Leitura Texto Narrativo em Livro de Imagem

Filó e Marieta, de Eva Furnari– coleção Lua Nova, série Imágica (Paulinas)

Objetivos Gerais
Espera-se que o aluno seja capaz de:
· ler imagem e seqüência de imagens
· identificar e descrever personagens
· reconhecer os indicadores de suporte (capa)
· reconhecer e distinguir palavras escritas (título/autor)
Falando de Livros
Objetivos:identificar os elementos que constituem a capa de um livro: imagem, título, autor e editora; reconhecer a importância dos contextos para a leitura de um texto; refletir sobre os próprios critérios para escolha de livros para leitura.


Justificativa:

Ao ler e prestar atenção aos componentes de uma capa, como a imagem e os indicadores do suporte (título, autor, editora, etc.), o leitor cria suas próprias condições para elaborar hipóteses, inferir e até mesmo antecipar acontecimentos de uma narrativa, abrindo caminhos para a leitura do texto. Assim, é necessário que a criança comece a localizar e ler tais informações nos livros, relacionando seus conhecimentos com as expectativas frente a leitura a ser realizada.
A professora avisa as crianças que irão fazer uma atividade de leitura de um livro de imagens e já pergunta:
quem presta atenção na capa dos livros que lê, como são feitas as capas de livros e que informações nelas são encontradas?
Como o conhecimento solicitado se alimenta da memória e dos hábitos de leitura dos alunos, o professor poderá ainda questionar:
como costumam aparecer escritos o título da história, o nome dos autores (ou de quem escreveu e de quem ilustrou), nome da editora - com letras pequenas, grandes, coloridas, no centro, em cima, em baixo, etc.?
Professora, esta parte da atividade mobiliza o conhecimento que os alunos têm a respeito dos livros e de sua feitura. Uma conversa sobre porque devemos prestar atenção nessas informações pode ser promovida com a intenção de que as crianças construam hipóteses sobre a formação de um repertório de leitura mais apurado - por exemplo, a autoria é um contexto relevante (até mesmo decisivo) para a escolha de um livro, motivando o interesse com que será feita uma leitura.
Afinal, como é que podemos escolher um livro para ler? As crianças podem até responder: pelo número de páginas, tamanho do livro, se possui ilustrações, letras grandes, etc. mas cabe ao professor assegurar que também escolhemos um livro pelo nome de quem escreveu, ou de quem ilustrou, ou da coleção...

OBS. Vale até mesmo verificar se todas as crianças sabem o que é um livro, se já viram algum livro de imagem, onde viram, quando viram, se alguém leu para elas, o que acharam... Naturalmente, o encaminhamento deste primeiro momento poderá ser feito em várias oportunidades de leitura, não de um modo excessivo, dependendo então da constância com que você leva livros para sua classe.

Lendo Nomes: Título e Autor
objetivos: localizar título e autor; decodificar palavras.observação: Esta atividade só cabe em situações em que a criança ainda não se apropriou plenamente da linguagem escrita, momento em que a pergunta "Quem sabe ler o nome da história?" pode ainda representar um desafio para ela.
Com o livro em suas mãos, a professora dá início ao processo de leitura do livro de Eva Furnari, Filó e Marieta, pedindo para às crianças que localizem e apontem onde estão escritos o título da obra e o nome da autora.
Quem sabe ler o nome da história?
Lendo em voz alta, a professora passa o dedo sob as palavras - vai dando destaque ao título, primeiramente, confirmando com as crianças que está escrito em letras grandes e azuis, escrito assim para chamar a atenção; ao ler o nome da autora - Eva Furnari - indague sobre o que será que ela fez (inventou e desenhou a história).
Quem conhece Eva Furnari? Já leram outros livros desta autora? Quais?
Fale a respeito da série Imágica (Paulinas), à qual o livro Filó e Marieta faz parte. Indique o nome e o logotipo da editora.

Leitura de Imagem 1
Objetivos: ler imagem, relacionando-a com o título do livro; descrever personagens; construir a identidade de cada personagem a partir de suas características físicas.
Em seguida, a professora questiona sobre o que aparece na ilustração da capa: os alunos deverão descrever personagens, relacionando imagem com o título da obra. Enfim:
Quem é Filó e quem é Marieta?
Como a Filó está vestida?
E a Marieta?
Qual a cor do cabelo delas?
Alguém já viu gente assim?
Quem será que são elas?
O que elas vão fazer?
Os alunos poderão já ter declarado que Filó carrega um presente, escondido às costas - sem que Marieta consiga ver o embrulho. É necessário que se construa o sentido da cena.

Leitura de Imagem 2
Objetivos: atribuir sentido à imagem e in-ferir a intenção das personagens; explicitar as deduções realizadas, mantendo atenção a vários detalhes da ilustração; poder antecipar acontecimentos da trama. justificativa: Além de decodificar a imagem, enumerando seus elementos figurativos (3o momento), a ela, é possível atribuir sentidos considerando ser um texto visualmente constituído; espera-se que a competência leitora da criança vá se enriquecendo aos poucos, através da recuperação dos detalhes dentro de uma cena... ou, doutro modo, a busca de coerência se dará em um processo que permite ler o que se vê e predizer o que não é visto.
A professora passa, assim, a trabalhar com as hipóteses sobre o que Filó e Marieta vão fazer, solicitando às crianças que expliquem como puderam "adivinhar" o que vai acontecer. Mantenha sempre uma postura de desconfiança, dialogando sempre:
Será que é isso mesmo?
Como você sabe?
Deixe que elas falem, negociem os sentidos que captaram com a leitura da ilustração. É preciso, no entanto, estar atento para os índices (detalhes da imagem) que serão apontados pela classe. Acompanhe a(s) leitura(s) dos alunos. Muitas perguntas, do breve roteiro abaixo, serão respondidas sem que você se pronuncie abertamente - então, use-as somente para orientação ou verificação de como a leitura foi construída.
O que é que a Filó está escondendo?
Uma caixa? Um embrulho? Um presente?
Por que é um presente?
Para quem é esse presente? Por quê?
Ela vai dar um presente para Marieta?
E por que Filó esconde?
A Marieta sabe que vai ganhar presente?
Por quê?
As duas últimas perguntas, acima, parecem essenciais para compreender "a surpresa" - o fato de Marieta não saber que ganhará um presente de sua amiga. Retomar, se necessário, a figura de Filó com o embrulho às costas, seu sorriso maroto, etc. Abaixo, novas questões permitem sugestões mais livres (mas tenha em mente que o processo de leitura que você está construindo com seus alunos não pode deslanchar como jogo de adivinhação):
E o que será que tem dentro da caixa? O que vocês imaginam? __ Para a gente ter certeza,o melhor é ler o livro, não é mesmo?

Leitura do Livro
objetivos: ler seqüência de imagens; re-conhecer as principais ações da narrativa; depreender elemento de humor.justificativa e explicações adicionais:

A leitura compartilhada de um livro de imagem, permite às crianças recuperar a estruturação da narrativa (orientação inicial, complicação, avaliação, clímax, final), todo o encadeamento de causa-efeito que um aluno sozinho, por ventura, não consiga estabelecer.


Com o exemplo escolhido para esta atividade, a situação inicial é totalmente dada pela ilustração da capa e pelo pequeno texto verbal que a autora registra na página 2 (que será decisivo para a confirmação de quem é Filó e quem é Marieta). A expectativa, gerada durante a leitura de capa e reforçada pela pergunta de Eva Furnari, é o que favorece o direciona-mento do leitor ao livro - e o riso será a confirmação do entendimento do texto.
Depois de feita a leitura da capa, e tendo mostrado a página de rosto do livro Filó e Marieta - podendo frisar a presença dos elementos cotextuais -, a professora lê o texto que vem estampado na segunda página:
Marieta estava só

Sem saber o que fazer

Vem Filó com um presente... __ Ih, meu Deus! O que vai acontecer?
Deste modo, o movimento de inferir e atribuir sentido às imagens será confirmado - por parte da professora, dispensam-se "grandes" explicações: por si mesmas, as crianças confirmarão se souberam ou não reconhecer as personagens.

Durante a "condução" da leitura, é recomendável que a professora permaneça, o máximo possível, de boca fechada... assim permitirá que as crianças façam realmente a leitura. Vez ou outra, perguntar "e aí?" - de tal sorte que será natural as crianças lerem as imagens em voz alta, externando e compartilhando o que decodificam e compreendem da seqüência das ações. Virar a página, no momento mais apropriado, quando a leitura esteja quase se esgotando. Professora, mantenha atenção.

Reconstruindo toda a História
Objetivos: reconhecer o tema; recuperar a história e sentido do texto lido; reconstruir a narrativa com apoio das imagens do livro; reconto em paráfrase.


Justificativa e explicações adicionais: Na leitura realizada pelo grande grupo, múltiplas vozes serão ouvidas durante o virar de páginas - mas, para algumas crianças, a história pode ficar diluída frente todas as possibilidades de leitura que aconteceram... sabemos também que compreender um texto, em especial um livro de imagem, não é somente enumerar as cenas ou os elementos que ele contém: assim é necessário recuperar o texto em um processo de construção.

Após a leitura de Filó e Marieta de Eva Furnari, comece conversando sobre o que os alunos acharam da história; perceba como se dá a compreensão, se as crianças conseguem retomar as principais relações de causa e efeito que geram expectativa e humor. A conversa pode ir fluindo de maneira espontânea, para que todos possam expressar o entendimento que tiveram da obra. Procurando estimular ou desafiar a competência das crianças, a professora poderá convocar alguns alunos para recontarem toda a história do começo ao fim.


Em geral, espera-se que a contação revele a leitura individual de cada aluno, a fim de verificar a assimilação da narrativa, seus momentos principais bem como o reconhecimento do tema. Não é necessário convocar toda a sua classe, outras leituras de livro de imagem poderão ser realizadas ao longo do período letivo! Com a ajuda das imagens, a criança deve manter-se fiel ao texto narrativo (não se trata de um exercício de criatividade, assim não é hora para inventar novos episódios ou outra história, etc.).


Exige-se o reconhecimento e a reprodução, em paráfrase, de toda a seqüência narrativa, atenção às características das personagens - por isso, nessa estratégia, os alunos contarão a história com as imagens do livro em mãos. Lembre-se você que o espaço apresenta-se indeterminado, mas o tempo corresponde ao dia do aniversário de Marieta. Se, em nenhum momento, as crianças conseguirem identificar quando a história acontece, cabe a professora dizer, assim que for oportuno.

Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

VOLTE SEMPRE!




QUE BOM QUE VOCÊ VEIO! ESPERO QUE VOLTE SEMPRE...TEREI SEMPRE NOVIDADES TE ESPERANDO! BEIJINHOS!!